Pequena Pinup

Conquistei eu mesma

renata-castilhoclique: sabrina brun

Hoje, meu bem, como é bom eu ter te vencido. A tempestade passou. E a calmaria veio à tona. E a tranquilidade deu passos largos para me alcançar. Demorou, mas conquistei, de uma vez por todas, meu próprio coração. Não permitindo intrusos desmerecidos entrarem para autossatisfazerem seus egos, ou então só por diversão criarem uma bagunça naquilo que levou tempo para organizar.

Meu bem, você foi embora, como diz a letra de uma música por aí, para nunca mais voltar. Mas dessa vez fui eu quem te permitiu ir embora de vez. Sem deixar resquícios de sentimentos controversos. Só a leveza da alma é capaz de dizer quando foi que nós partimos caminhos de verdade, porque dar adeus sem soltar a mão não adianta. Sem cortar os laços. Sem dar um passo pra frente e não sentir a tentação de olhar para trás.

Meu bem, você foi embora, e eu, te desejo o melhor. Sabendo que quando nós queremos o bem do outro, a verdadeira superação foi conquistada. E não foi fácil, só no final eu percebi o estrago que os poucos momentos que vivenciamos me causou. O estrago que provocou dentro de mim me deu olhos para entender o Luto e melancolia de Freud, e ainda mais visão para quem eu verdadeiramente quero ser. Aprendi a saborear a melancolia de uma forma enriquecedora e não destruidora.

E agora depois de tanto tempo, me desprendi da antiga pessoa frágil e solitária que fui.

Meu bem, pode ir embora. Dessa vez eu deixo. Dessa vez eu quero. Dessa vez eu consigo.

 

25 Comments

  1. Dhaniella Kubiaki

    1 de fevereiro de 2016 at 17:26

    Super me identifiquei ?

  2. Júlia Lima

    1 de fevereiro de 2016 at 19:10

    Que texto maravilhoso! Amei muuito ❤?

    1. Renata Castilho

      2 de fevereiro de 2016 at 16:10

      Que bom que gostou, ju <3

  3. Patrícia Siemiatkouski

    1 de fevereiro de 2016 at 19:22

    “Demorou, mas conquistei, de uma vez por todas, meu próprio coração. ”

    Só depois disso podemos permitir outro alguém conquistar… Amei! ❤️

    1. Renata Castilho

      2 de fevereiro de 2016 at 16:16

      Somente mesmo! <3

  4. May Liye

    1 de fevereiro de 2016 at 20:41

    Meu Deus, que texto destruidor <333. Disse tudo nele!

    1. Renata Castilho

      2 de fevereiro de 2016 at 16:23

      Obrigadaaaa, que bom escutar issso ;)

    1. Renata Castilho

      2 de fevereiro de 2016 at 16:31

      Obri! Beijão

  5. Milena Maria Benites

    2 de fevereiro de 2016 at 05:06

    Senti que foi com o coração, lindo o texto Renata ❤

    1. Renata Castilho

      2 de fevereiro de 2016 at 16:33

      Foi sim, muito obrigada! Beijooos

  6. Milena Benites

    2 de fevereiro de 2016 at 02:08

    Senti que foi com o coração, lindo o texto Renata! ❤

  7. Ketlin Mendes

    2 de fevereiro de 2016 at 13:30

    Oi Rê, tam

    1. Ketlin Mendes

      2 de fevereiro de 2016 at 13:32

      Oi Rê, enviei sem querer o outro comentário. Pretendo cursar direito, amo deus vídeos, seu blog e prometo começar a comentar em todos. Manda beijo, vejo todos seus snaps. O meu é Ketyyy-cat! Beijos e sucesso.

      1. Renata Castilho

        2 de fevereiro de 2016 at 16:33

        Obrigada, volte mesmo! <3 Boa sorte no curso! Bjsss

  8. Daiane Duarte

    2 de fevereiro de 2016 at 22:20

    Que texto lindo e libertador, não tem coisa pior do que separar de alguem e não se desprender dela, é um sofrimento sem fim…

    1. Renata Castilho

      14 de fevereiro de 2016 at 11:47

      Realmente! Que bom que você gostou, me deixa muito <3 :)

  9. Ana Carolina Sussel

    2 de fevereiro de 2016 at 22:42

    Que lindoooo rê, me identifiquei muito, parabéns pelo texto renatinha <3

    1. Renata Castilho

      14 de fevereiro de 2016 at 12:18

      Obrigada lindaa :)

  10. Sarah

    3 de fevereiro de 2016 at 16:12

    Texto maravilhoso ❤️

  11. Ana Luiza

    7 de fevereiro de 2016 at 22:42

    Oie Renata aqui queria saber se essa tinta que você passou no cabelo é boa,pois estou querendo pintar

    1. Renata Castilho

      14 de fevereiro de 2016 at 12:23

      Oii, tem resenha no blog, é só pesquisar ali na barrinha de pesquisa! Bjsss

  12. Ana Carolina

    26 de março de 2017 at 01:08

    Texto incrível!!!
    Ele está salvo nos meus favoritos e eu sempre volto aqui pra ler ele. ❤❤❤

Leave a Reply