Quando me chamaram de gorda

  • Categorias: Comportamento, Textos
  • 31 maio

    Inseguranças-corpo-gordafoto: sabrina brun

    Oi, pinups! Muita gente gostou do último vídeo que postei falando sobre corpo e inseguranças, então decidi compartilhar um pouco do processo de como aprendi a valorizar meu corpo e como lidei com críticas sobre minha aparência.

    Desde pequena recebi influências sobre como pensar sobre mim mesma. Sinto que até hoje ainda somos julgadas muitas vezes pelo nosso exterior. Fazia dietas bobinhas quando tinha uns 9 anos -nem precisava, afinal eu era criança-. Cresci com alguns comentários maldosos, mas que apesar de doer na época, me tornaram muito mais forte e segura de mim mesma, mas nem sempre foi assim.

    Quando eu me mudei para o Brasil, após morar nos EUA por cerca de 6 anos, eu tinha 11 anos, e uma das coisas que mexeu comigo era a pré-adolescência. Já falei um pouco sobre o assunto em um vídeo meu, mas hoje quero compartilhar um pouco mais. Uma das primeiras coisas que eu escutei de uma mulher mais velha quando voltei foi: nossa, como você engordou!

    foto-2008Fotos de 2008 (quando o negócio era tirar foto no espelho e fazer bico…)

    Bem no momento em que a opinião dos outros é levada mais a sério, e ainda vindo de uma pessoa mais velha. Eu fiquei acabada. Dali em diante tudo que eu escutava dos outros eu levava para mim, ficava magoada e extremamente insegura. Não sou nenhuma expert para falar do assunto, nem passei grandes traumas, mas com certeza posso compartilhar que já tive o sentimento de ser colocada para baixo e acreditar que meu valor estava no exterior, e pior, era baseado nas críticas dos outros.

    Hoje vejo que aquela mulher obviamente não tinha noção do quanto um comentário tão besta poderia me afetar ou me marcar pelos anos seguintes.

    Depois do colégio eu comecei a criar uma auto estima e confiança própria. Parei de ligar para muita coisa, sendo uma delas o corpo ideal. Não que eu não me importe, mas hoje em dia me sinto até mais bonita e com mais vontade de me cuidar. Não para agradar os outros, mas sim para mim mesma. EU me faço bem, sabendo que no final do dia o que importa é minha felicidade.

    insegurança-corpoFoto desse ano (uma das primeiras vezes usando biquíni sem shorts ou blusa)

    Não sou perfeita, mas também não estou buscando ser. 

    O que eu quero que você que está lendo saiba é que os tempos mudam. As pessoas mudam. Nada é eterno nesse mundo, e uma coisa que é certo é que você terá que viver com você mesma pelo resto da vida. Então a melhor coisa é relaxar, aprender a lidar com as críticas e não dar uma importância grande para elas.

    O mais importante é ser feliz com você mesma. Eu sei que falar é muito fácil, mas comece aos poucos, mudando seus pensamentos negativos. Espero que ajude vocês! Saiba que cada uma de vocês é lindaaaaa, da maneira como você é (com barriguinha, estrias, acima do peso, nariz grande, olheiras, etc.).

    Um beijo e até a próxima! :)

    Autora do Pequena Pinup. 20 anos. Cursa Direito. Ama bloggar e falar bobagens por vídeo!

    38 Comentários em “Quando me chamaram de gorda”

    1. Ruth Helena Gomes 31 de maio de 2016 at 18:31 #

      Achei lindo o post(como sempre)
      "Não sou perfeita, mas também não estou buscando ser.",frase para levar dentro do coração <3 <3 <3

      • Renata Castilho 31 de maio de 2016 at 16:32 #

        E! Que bom que gostou, ruth <3

        • Ruth Helena Gomes 1 de junho de 2016 at 11:55 #

          <3 <3

    2. Gabriela Garcia 31 de maio de 2016 at 15:33 #

      Amei ❤️

      • Renata Castilho 31 de maio de 2016 at 16:35 #

        <3

    3. Amanda Carmo 31 de maio de 2016 at 15:46 #

      Re, belo post.
      Auto-estima é um assunto complicado, e só quem sofre ou sofreu com a falta dela sabe o quão difícil é.
      Mas creio que tudo é aprendizado, e um dia aprendemos a nos valorizar e nos amar (por mais que demore, e que seja algo a ser lembrado todos os dias, de nós para nós!)

      Um beijo para você! <3

      • Renata Castilho 31 de maio de 2016 at 16:36 #

        Sim, com certeza. Para alguns é mais fácil e para outros não tanto. Cada um tem uma jornada, mas nada como conquistar o amor próprio. Beijão amanda!

    4. Sabrina dos Santos 31 de maio de 2016 at 15:54 #

      Post muito lindo, obrigada por estar aí nos dando conselhos que muitos pensam em não falar sobre por algum motivo que não entendo.Já assisti o vídeo e foi incrível,realmente temos que dar mais valor no nosso interior e não seguir o que a mídia quer mas sim o que nos daz bem???? bjs

      • Sabrina dos Santos 31 de maio de 2016 at 16:01 #

        faz bem!!*

      • Renata Castilho 31 de maio de 2016 at 16:39 #

        Isso mesmo, linda! Beijão e obrigada por passar aqui. <3

    5. Ana Luiza Flores 31 de maio de 2016 at 15:56 #

      Adorei o post,obrigada por nós ajudar lindaa

      • Renata Castilho 31 de maio de 2016 at 16:40 #

        Obrigada pelo carinho, ana! Bjss

    6. Gisele Alves 31 de maio de 2016 at 16:50 #

      Você é uma das melhores pessoas nesse mundo de blogueiras/youtubers. Muitas mostram uma realidade completamente diferente e você sempre nos faz ver que é gente como a gente. Muitas de nós leitoras sofremos com baixa auto-estima e inseguraça e só tenho a te agradecer por compartilhar tudo isso como uma forma de ajuda. ❤

      • Renata Castilho 3 de junho de 2016 at 13:19 #

        Que linda, muito obrigada pelo carinho! Isso faz toda a diferença para mim, e fico honrada e muitíssimo feliz em poder ajudar minhas leitoras maravilhosas <3

    7. Luana Felix 31 de maio de 2016 at 17:06 #

      Maravilhosa! <3

      • Renata Castilho 3 de junho de 2016 at 13:23 #

        Vc lu <3 :)

    8. Miir Dantas 31 de maio de 2016 at 17:27 #

      Muito bom este post pois ele ajuda a repensar sobre a nossa própria aparência, que se eu me sinto bem com ela nada nem ninguém pode querer mudar-lá até porque gosto não se discute. Bjos Re

      • Renata Castilho 3 de junho de 2016 at 13:24 #

        Bem isso, todos acham beleza em coisas diferentes, então o mais importante é a gente se gostar. :)

    9. Juliana Gomes 31 de maio de 2016 at 17:45 #

      é incrível como depois do colégio tudo melhora né?
      eu era magra até os 12/13 anos, depois disso engordei MUITO porque comecei ir ao shopping e comer essas besteiras. minha autoestima era super baixa. depois que me formei que eu comecei a aceitar o meu corpo. hoje, aos 21 anos, eu sou outra pessoa. ainda não gosto do meu corpo mas aprendi a me aceitar e não vejo problema nenhum em ser gorda.

      • Renata Castilho 6 de junho de 2016 at 14:32 #

        É verdade, a gente amadurece e começa a ver as coisas de outro modo!! Vamos no aceitando da maneira que somos <3 Bjsss ju

    10. Dhaniella Kubiaki 31 de maio de 2016 at 18:06 #

      Nossa rê, um doa seus melhores posts, parabéns! <3

      • Renata Castilho 6 de junho de 2016 at 14:38 #

        Obrigada dhani, linda!

    11. Nane Magalhães 31 de maio de 2016 at 18:58 #

      Olá re, te admiro muito e agora ainda mais. Passo por uma situação parecida, mas não com uma estranha e sim com minha mãe. Tenho 23 anos e sempre fui magra, minha mãe sempre achou que eu tava doente e q tinha q ir ao médico. Sempre me senti muito baixo, principalmente pelos piores comentários virem dela. Hoje estou com apenas 4kg a mais (essa foi uma “conquista” minha, pois agora acho q estou me sentindo ainda melhor assim). Mas como se não bastasse, minha mãe agora sempre me fala q estou ficando gorda. Nunca fui de ligar muito pra isso(mesmo quando me chamavam de magrela rsrs), mas quando isso vem de sua mãe é tão chatooo. Mas independente disso procuro sempre manter minha auto estima lá em cima e não deixar me influenciar pelo que as pessoas falam, pois sei por experiência própria q se vc tá magra elas falam, se tá mais cheinha também. O importante é a gente se gostar e se amar em primeiro lugar. Bjs

      • Renata Castilho 6 de junho de 2016 at 14:51 #

        Oii nane, fiquei muito comovida pelo seu comentário! Primeiro deixa eu te dizer que você é uma linda, só pelo jeito que escreveu me parece ser delicada e meiga. É muito mais pesado escutar esse tipo de crítica quando é alguém que está do seu lado. Família não é perfeita, e repito: família de ninguém é perfeita. Também tenho minhas lutas e dificuldades. Não se sinta só! Sua mãe pode falar esse tipo de coisa por alguma dificuldade dela, alguma coisa dentro dela que faz parte dela e não de você. Já tentou falar com ela sobre isso? Tente se fortalecer em qualquer situação, no final do dia é você quem precisa se sentir bem. boa sorte e beijão <3

    12. Letícia Freire 31 de maio de 2016 at 19:00 #

      Rê,eu tenho muita estrias,às vezes me sinto mal por isso,tento fazer de tudo para retirá-las,mas começo a pensar isso é normal,não é? Afinal quase toda mulher tem uma estria,por menor que seja! Começo a ficar com a auto estima melhor!!!!
      Parabéns pela sua superação Rê <3
      Manda bj❤️

      • Renata Castilho 6 de junho de 2016 at 15:10 #

        Sou uma dessas mulheres hihi Tenho montão tbm, mas ei, nem ligo mais! No momento estou fazendo tratamento para tirar um pouco, mas não pq não consigo conviver, eu já estava acostumada mas como tem a possibilidade de tirar pq não? De qualquer forma te digo que já odiei muito elas, mas hoje nem ligo mais! Sério, isso passa <3

    13. Natasha 31 de maio de 2016 at 20:10 #

      Obrigada, Rê *-*… estou me sentindo melhor.. <3

      • Renata Castilho 6 de junho de 2016 at 15:11 #

        Ai, natasha, fico tão feliz que você gostou! Lindona beijão :)

    14. Jéssica 31 de maio de 2016 at 21:06 #

      Linda por dentro e por fora, por mais pessoas como vc no mundo. ????

      • Renata Castilho 6 de junho de 2016 at 15:13 #

        <333 linda obrigada

    15. Munique Jaques 31 de maio de 2016 at 23:23 #

      Eu sou magra e as pessoas colocam apelidos principalmente na escola, mas eu ligo pro que eles falam, em gosto do meu corpo e não acho que eu tenha que mudar pra agradar a ninguém, tenho que me agradar e não as outras pessoas. Amei o post e acho você linda seu corpo e lindo

      • Munique Jaques 31 de maio de 2016 at 23:24 #

        Eu sou magra e as pessoas colocam apelidos principalmente na escola, mas eu não ligo pro que eles falam, em gosto do meu corpo e não acho que eu tenha que mudar pra agradar a ninguém, tenho que me agradar e não as outras pessoas. Amei o post e acho você linda seu corpo e lindo

      • Renata Castilho 6 de junho de 2016 at 15:29 #

        Isso aí munique! Os dois lados sofrem com críticas então pq ligar? O mais importante é você estar bem, e com certeza vc é uma lindona <3

    16. Munique Jaques 31 de maio de 2016 at 23:26 #

      Desculpa o erro♥

    17. Jéssica Santana 1 de junho de 2016 at 13:00 #

      Amei Rê <3
      Alcançamos a perfeição, quando paramos de correr atrás dela. Aprendemos a ter amor próprio e assim, passamos a enxergar a nossa perfeição.

      • Renata Castilho 6 de junho de 2016 at 15:35 #

        ISSO mesmo, tirou as palavras da minha boca! Beijão jé

    18. Isadora Garcia ???? 1 de junho de 2016 at 21:14 #

      Super concordo

      Ser gordo ou magro não é sinônimo de beleza ????⭐????

      • Renata Castilho 6 de junho de 2016 at 15:35 #

        Não mesmo <3

    Deixe um comentário