Pequena Pinup

Eu ando meio assim | Texto

 

Música sugerida: Extreme – More than words

Eu ando meio assim, meio assim sem entender o que quero de mim, meio assim sem saber o que quero dos outros. Às vezes me dá um pouco de clareza mental e parece ser simples, e daí, complica novamente… Ando em meio às incertezas da vida e dos estados emocionais indefinidos.

Eu ando meio assim, me apaixonando e não entendendo mais nada. Ando meio errando no meio de impulsos nervosos para compreender o que está acontecendo. Eu ando meio assim, numa crise dos 22 anos… A questão é: pelo visto tem crise de todos os anos. Ok, dá um desconto, acabei de me formar! Mas eu ando meio assim, sem nem saber o que está me esperando.

Eu ando meio assim, compartilhando minhas loucuras na internet, minhas dúvidas sobre a vida e minhas decepções pessoais. Eu ando meio assim, tomando um passo de cada vez, vez ou outra errando o degrau e caindo. Cair tem sido uma benção e na mesma hora um sofrimento, estranho né? Pois é, eu ando meio assim, quebrando a cara e por vezes sem entender nada.

Eu ando meio assim, sem ser eu, ou sendo eu, mas um eu um tanto quanto emocionalmente confuso. Então, como saber o que vai sair de tudo isso? Espero que o resultado dessas idas e vindas, desse andar relapso, seja eu andar mais assim…

Que eu consiga andar com certeza, andar com o olhar confiante de quem se moldou com tantas quedas. Alguém que sente preparado para enfrentar o porvir. É, eu ando meio assim, pensando que sei tudo e compreendendo à cada dor que a vida vai continuar me ensinando até eu aprender o que preciso. Eu ando assim, e você, por onde anda?

8 Comments

  1. Ana Carolina

    23 de março de 2018 at 15:53

    que coisinha linda, senti falta dos teus textos!!!

    1. Renata Castilho

      23 de março de 2018 at 16:36

      Eu também, acho que postarei mais vezes! :)

  2. Alyne Alencar

    23 de março de 2018 at 22:25

    Que texto foi esses, nossaaa..estava sentindo falta disso em..! Amei

    1. Renata Castilho

      28 de março de 2018 at 06:45

      Ah, que bom!! Vou postar mais textos, pode esperar ;)

  3. Anna

    24 de março de 2018 at 00:48

    Me sinto meio: sei lá. Às vezes pareço que estou existindo fora do meu corpo, por não acreditar como tudo está diferente, em não querer acreditar que tudo mudou.

    1. Renata Castilho

      28 de março de 2018 at 06:48

      É, infelizmente tem essa hora da “negação” mas temos que encarar a realidade por mais dura que seja. Mudança, a princípio, pode parecer ruim, mas sempre é para nos moldar e nos fortalecer lá pra frente! Beijos

  4. Evelyn Thames

    11 de agosto de 2018 at 09:02

    Fazia tempo que eu não visitava o blog. Fazia tempo que eu não lia um texto que descrevesse meus sentimentos. Faz tempo que eu ando meio assim e gostaria que você soubesse que fez muito bem ler o que você coloca nesse cantinho virtual. Obrigada!

    1. Renata Castilho

      2 de outubro de 2018 at 21:06

      Que amor, obrigada pelo comentário, fico muito feliz por você conseguir se identificar! Beijos e força <3

Leave a Reply